Aeroporto De Viracopos Capacita Municípios Para Pontos Atração De Aves

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, no Estado de São Paulo, Brasil, vai oferecer a representantes de prefeituras da região um treino de capacitação específico aos técnicos envolvidos em atividades ambientais diretamente relacionadas com a gestão de risco de fauna.

O treino, que decorre nesta quinta-feira, dia 15 de agosto, abordará o conteúdo de legislações da área, as obrigações legais dos administradores públicos e as diretrizes gerais para o gerenciamento de risco de fauna. O treino terá duração de duas horas e começa às 14h00, no Auditório do Prédio Administrativo. É preciso realizar o agendamento pelo e-mail [email protected], ou pelo telefone (19) 3795.8081.

Em fevereiro deste ano, a gestão do Aeroporto de Viracopos apresentou às prefeituras de cidades que ficam no entorno do aeroporto um mapeamento e identificação de pontos de atração de aves. A área que compreende o estudo é denominada ASA (Área de Segurança Aeroportuária) e o seu raio atinge 20 quilómetros a partir do centro geométrico da pista de pousos e descolagens, abrangendo 11 municípios: Campinas, Elias Fausto, Hortolândia, Indaiatuba, Itupeva, Jundiaí, Louveira, Monte Mor, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.

Com o levantamento, o aeroporto pretende alertar e obter o apoio dos municípios para a redução dos pontos de descarte e de acumulação de lixo que possam atrair mais aves e, desta forma, reduzir as colisões de pássaros com aeronaves. Só em 2018, por exemplo, foram registadas 65 colisões de pássaros com aeronaves no entorno do aeroporto. Já em 2017, foram 59. Nenhum dos casos foi grave, mas uma colisão pode causar sérios danos às aeronaves e, dependendo do impacto, pode até causar a queda do avião.

Das 65 colisões registadas em 2018, quatro geraram danos às aeronaves, sendo que duas delas foram causadas comprovadamente por impactos com urubus. Nos outros dois casos de colisão com danos, não foi possível identificar a espécie da ave.

Por: https://newsavia.com


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *